FANDOM


O Capítulo 1 é intitulado "Romance Dawn - O Alvorecer da Aventura".

Capa do Capítulo Editar

Color Spread: Os Piratas do Chapéu de Palha e os Piratas do Ruivo estão fazendo uma festa do tesouro junto com gaivotas. A Jolly Roger de Shanks é vista no plano de fundo.

Resumo Curto Editar

O personagem principal da série, Monkey D. Luffy, é apresentado quando criança, junto com Shanks, um pirata que lhe serve de inspiração. Depois de entrar em conflito com um bandido das montanhas em um bar, é revelado que Luffy acidentalmente comeu uma Fruta do Diabo, a Gomu Gomu no Mi. Mais tarde, depois de Luffy provocar o bandido, ele é feito refém. Shanks e sua tripulação aparecem, e derrotam os comparsas do bandido, que escapa levando Luffy para um barco em alto mar. Higuma chuta Luffy para a água, antes de ser devorado por um Rei dos Mares local, Shanks chega a tempo de salvar a vida de Luffy. Shanks espanta o monstro marinho, usando Haki, mas perde o braço no processo. Por Shanks o Ruivo ter sacrificado seu braço esquerdo a fim de salvá-lo, Luffy se torna ainda mais determinado a se tornar um pirata. Antes de Shanks ir embora, ele entrega a Luffy seu chapéu de palha. Dez anos depois, Luffy começa a aventura para realizar seu sonho de se tornar o Rei dos Piratas.

Resumo Longo Editar

Monkey D. Luffy, um pequeno garoto da Vila Foosha, faz um pequeno corte no rosto na frente do capitão Shanks o Ruivo e sua tripulação pirata a fim de provar ele não tinha medo da dor.

De volta ao Partys Bar, Shanks diz a Luffy que ele não pode se juntar a eles, já que ele não sabe nadar e é jovem demais para se tornar um pirata. Quando Luffy afirma que ele já é um homem, Shanks oferece um copo de suco a  Luffy e o garoto aceita, provando que ele ainda é apenas um menino. Depois de ser recusado mais uma vez pelo Shanks para se juntar a sua tripulação, Luffy fica deprimido. Benn Beckman tenta explicar a Luffy que o capitão só está cuidando do interesse de todos. No entanto, Luffy pensa que Shanks não está levando ele a sério - e ele prova zombando a criança novamente. Finalmente, Makino aparece e dá a Luffy uma refeição, enquanto Luffy e Shanks fazem suas refeições o garoto levanta a questão de quanto tempo a equipe vai ficar. Shanks diz que ele está pensando em fazer mais duas ou três viagens e depois de sair, o que é afirmado a Luffy é bom, já que ele terá aprendido a nadar até lá.

Naquele momento, Higuma e seu bandidos aparecem e começam a exigir sake. No entanto, Shanks e sua tripulação já beberam todo o álcool no bar. Shanks oferece a Higuma uma última garrafa, mas insatisfeito com apenas uma garrafa, Higuma a quebra, derramando sake sobre Shanks. Quando Shanks não toma nenhuma posição para defender-se e pede um pano para limpar a bagunça, Higuma esmaga os pratos no banco com sua espada. Mais uma vez, Shanks não faz nada, e em vez disso, ri de si mesmo. Higuma deixa o bar, convencido de que Shanks é um covarde.

Depois que ele se foi, Shanks e sua tripulação caem na gargalhada rindo da humilhação de seu capitão, incluindo Shanks que ria de si mesmo. Luffy fica irritado e que ele vai encontrar outro modelo a seguir. Shanks agarra o braço para detê-lo, mas o braço do garoto estica. Todos ficam horrorizados e é revelado que Luffy comeu a Gomu Gomu no Mi que recentemente haviam roubado de outro navio. Luffy então descobre que ele agora é um homem-borracha e está condenado a nunca mais ser capaz de nadar de novo.

Poucos dias depois, Shanks e sua tripulação saem para o mar, deixando Luffy para trás mais uma vez. Luffy fica no bar, com raiva de Shanks por não levantar-se contra Higuma. Só então, Higuma chega ao bar.

Makino é visto correndo pela aldeia para encontrar o Prefeito; Luffy ficou-se em uma situação de refém com Higuma após Luffy falar algo que o irritou. Enquanto Makino e o Prefeito retornam a razão com o bandido, o bandido afirma que já é tarde demais - Luffy vai morrer. Enquanto Higuma levanta sua espada para matar ele, Shanks e sua tripulação reaparecem. O larápio diz-lhe que aquilo não era da sua conta.

Enquanto Shanks anda para a frente, um dos bandidos aponta uma arma para Shanks, mas posteriormente é morto por Lucky Roo. O ruivo então diz a Higuma que ele não vai permitir que ele machuque um amigo dele e se safar. Higuma, sem impedimentos por seu discurso, manda o resto da tripulação atacar. O primeiro imediato de Shanks decide intervir e acaba com toda a gangue de bandidos, deixando Higuma sozinho. Percebendo que não pode ganhar, Higuma joga uma bomba de fumaça e leva Luffy para longe. Enquanto a fumaça se dissipa, Shanks ercebe que o garoto e foi e entra em pânico.

Em alto mar, o bandido e o menino navegam em um barco. Higuma decide que é hora acabar com ele e chuta-o para o mar. Luffy fica com raiva porque ele não podia fazer nada contra o gatuno e, enquanto o garoto se debate na água, um monstro marinho aparece. Higuma, incapaz de fazer qualquer coisa, é comido e, em seguida, a criatura se volta para Luffy. Momentos antes de ser comido, Shanks salva a vida do menino. A criatura se assusta com o olhar do ruivo. Quando ela se vai, Luffy começa a chorar: seu ídolo havia perdido um braço para lhe salvar.

Finalmente, Luffy não só percebe que ele é muito jovem para navegar para o mar e se tornar um pirata, mas também o quão Shanks é um grande homem. Mais tarde, no porto, Luffy se despede do ruivo e de sua tripulação. Ele fica triste pela partida, mas não se deixa abalar por não ir com eles: ele decidiu que vai se tornar um pirata por conta própria. Isto leva a Shanks a afirmar que ele não o queria em sua equipe em primeiro lugar, e que não há nenhuma maneira de Luffy poder se tornar um pirata. Com raiva, Luffy proclama que ele vai se tornar um pirata bem melhor do que ele, reunir uma equipe forte o suficiente para derrotar Shanks e encontrar o maior tesouro do mundo e, não importa como, se tornar o Rei dos Piratas. Shanks, feliz com a alegação de Luffy, dá-lhe o seu Chapéu de Palha e diz ao garoto para devolvê-lo quando tornar-se um grande pirata. Honrado pelo gesto de Shanks, ele começa a chorar. Quando o ruivo entra em seu navio para sair, Benn Beckman comenta sobre como Luffy vai se tornar um grande pirata. Shanks observa que ele confia em Luffy porque ele lembra a si mesmo quando ele era jovem.

Dez anos depois, Luffy sai da aldeia para reunir sua própria tripulação pirata e se tornar o Rei dos Piratas.

Notas do Capítulo Editar

  • A origem da cicatriz do Luffy é revelada - ele se cortou com uma faca para provar que ele era corajoso o suficiente para ser um pirata.
  • Shanks se recusa a levar Luffy com ele.
  • Os Piratas do Ruivo adquiriram um fruto do diabo chamado de Gomu Gomu no Mi a partir da pilhagem de um navio inimigo.
  • Monkey D. Luffy comeu uma Akuma no Mi chamada Gomu Gomu no Mi e não pode mais nadar.
  • Luffy tenta lutar contra Higuma por insultar Shanks e perde, criando assim uma situação de refém.
  • Shanks perde seu braço a um Rei dos Mares para proteger Luffy.
  • Shanks espanta o monstro do mar apenas olhando para ele.
  • Shanks decide ir embora depois de ficar na Vila Foosha por um ano, deixando para atrás seu chapéu de palha com Luffy, fazendo uma promessa para ele devolvê-lo quando se tornar um grande pirata.
  • Luffy deixa a ilha dez anos depois ou seja, aos 17 anos.
  • Luffy diz que irá recrutar pelo menos dez pessoas (sem contar o próprio).
  • Como prática padrão para o primeiro capítulo de um mangá, este capítulo tem mais páginas que a média de capítulos.
  • Nenhum dos tripulantes de Shanks foram nomeados neste capítulo.

Personagens Editar

1: primeira introdução

3: primeira aparição

Piratas Bandidos Cidadãos
Piratas do Roger

Piratas do Ruivo
Vila Foosha

Loguetown

Vila Cocoyasi

Outros

Curiosidades Editar

Navegação do SiteEditar

Arco Romance Dawn
CAP 1CAP 2CAP 3CAP 4CAP 5CAP 6CAP 7
O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.