FANDOM


Capítulo 432 é intitulado "Jack na Caixa"

CapaEditar

Vários Marinheiros encontrados na história. Dois deles têm as suas costas voltadas para que eles não podem ser vistos.

Resumo CurtoEditar

Garp revela que o pai de Luffy é o homem mais procurado do mundo e líder do Exército Revolucionário, Monkey D. Dragon.

Resumo LongoEditar

Garp diz a Luffy que ele lhe deve um pedido de desculpas. Nami o reconhece como o herói da Marinha. Luffy diz aos outros para não mexer com seu avô porque Garp quase o matou em muitas ocasiões. Garp afirma esses incidentes foram destinados a fazer de Luffy um homem.

Sanji reconhece de onde a força de Luffy vem. Garp afirma que ele queria que Luffy fosse um Marinheiro forte, que Luffy o corta alegando que ele sempre lhe disse que ele queria ser um pirata. Garp, então, afirma que Luffy foi envenenado por Shanks, que Luffy leva como uma ofensa devido a Shanks ter salvado sua vida. Enquanto parte da equipe entra em pânico, Luffy e Garp de repente se agarrando, logo em seguida os dois adormecem. Garp, sendo o primeiro dos dois para acordar, dá um soco Luffy fazendo-o acordar também, enquanto os outros apontam Garp fez o mesmo.

Usopp e Yokozuna continuam a ouvir sobre o evento, enquanto Garp continua falando de Shanks. Ele explica Shanks é um dos Yonko que estão a par com o Barba Branca, que também é um Yonkou. Garp tenta explicar sobre os três grandes poderes do mundo, que, ao lado dos Yonkou, incluem o Shichibukai e os Marinheiros. Robin fica surpresa que Luffy tem uma conexão com Shanks.

Zoro ainda está tentando encontrar os outros depois de ouvir que os marinheiros estão aqui para prender Luffy. Michael e Hoihael lhe mostram o caminho. Zoro causa comoção que atrai a atenção de Garp. Garp envia dois jovens Fuzileiros para lidar com ele. Um deles interrompe Zoro com seus Kukri. Outro ataca Luffy usando Soru. Garp ri quando eles são derrotados por Luffy e Zoro com facilidade. Inimigo de Luffy se levanta e pergunta a Luffy se ele sabe quem ele é.

O soldado então se apresenta como Koby, amigo de Luffy quem ele salvou de Alvida, agora uma pessoa muito diferente em ambos personalidade e aparência. Koby não é oficial ainda, mas ele teve que cumprimentar Luffy quando ele soube que ele estava por perto. Helmeppo também está com ele e também mudou dramaticamente, mas fica com raiva quando nem Zoro nem Luffy reconhecem-o e afirma que ele não pode perdoá-los por não saberem quem ele era.

Garp ordena a seus homens para reparar o muro que ele mesmo danificou. Os homens dizem que Garp deve reparar a parede pois foi ele quem destruiu. Garp explica ele fez isso porque ele pensou que seria mais legal.

Quando Garp começa a concertar a parede, ele pergunta a Luffy se ele conheceu seu pai em Loguetown, Luffy não sabe nada sobre ele nem sabia sequer que ele tinha um pai. Garp, em seguida, anuncia que o pai de Luffy é o revolucionário Monkey D. Dragon. Há um choque repentino entre todos aqueles ao redor dele, da Marinha e de outra forma. Ninguém sabia que Dragon teve um filho e muito menos tinha ouvido o nome completo de Dragon. Luffy pergunta por que todo mundo está em pânico e quem é Dragon. Robin lhe explica apenas quem é seu pai. Enquanto a maioria dos piratas não vai contra o Governo Mundial, os revolucionários estão construindo força e com o objetivo de derrubá-los.

Garp vira-se e diz que ele não deveria ter falado isso, pedindo-lhes para esquecer que ele disse alguma coisa, causando ainda mais choque entre todos.

Referência RápidaEditar

Notas do CapítuloEditar

  • Koby e Helmeppo são reintroduzidos.
  • Koby aprendeu Soru.
  • Garp fala sobre os Yonkou.
  • Os Yonko, Shichibukai, e Marinha são os três grandes poderes do mundo.
  • Monkey D. Dragon é o nome completo do homem que salvou Luffy em Loguetown, e o pai de Luffy.
  • Dragon é o líder do Exército Revolucionário, e o homem mais procurado do mundo.
O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.