FANDOM


O Capítulo 798 é intitulado "Coração".

Capa Editar

Pedido de capa : "Hancock escrevendo uma carta de amor para Luffy" por Pen-Nome Lhams, Prefeitura de Saitama .

Resumo Curto Editar

Os guerreiros Tontatta ajudam a sabotar os Marinheiros com Mansherry usando suas doações de sangue para minar-lhes a força. Law e Sengoku conversam e Law revela que ele era o menino que Rosinante ajudou a curar, dizendo também a Sengoku que ele é um D. Enquanto isso, Fujitora decide eliminar todos os piratas, elevando os escombros de toda a ilha, mas Luffy vem correndo em sua direção. Jurando parar de fugir, Luffy atinge Fujitora no rosto com Gear Third.

Resumo Longo Editar

Vice-Almirante Bastille furiosamente pergunta onde estão os reforços no porto oriental , mas os marinheiros dizem que eles não podem porque todas as suas armas e munições sumiram. Enquanto isso, o Tontattas roubam as armas enquanto riem. Os marinheiros relatam que os seus navios estão presos um ao outros como se eles tivessem sidos costurados, e os marinheiros perguntam com espanto como o aço pode ser costurado. À medida que os Marinheiros encontram-se incapaz de cortar as costuras devido não ter nenhuma facas, Leo está no topo do navio com suas agulhas, em pé triunfante com os outros anões. Nas ruas, os fuzileiros que foram derrubados ainda são incapazes de se levantar, fazendo Bastille ficar irritado.

Mansherry pergunta a Maujii se está tudo certo receber as doações dos Marinheiros já que as doações vão levá-los a entrar em colapso, mas Maujii responde que esse era o plano orquestrado por Kyros. Os soldados dizem a Bastille que ouviram rumores de que os ocorrências estranhas são o trabalho das fadas, mas o vice almirante não acreditar neles.

Luffy continua correndo para o porto, enquanto os piratas tentam afastar os Marinheiros. Bartolomeo gera uma barreira para parar Fujitora, mas Sai duvida que ela realmente vai detê-lo. Em outro lugare, Law e Sengoku falam sobre Rocinante. Sengoku tem um flashback de Rosinante dizendo-lhe sobre Law e como Law lembrou de Doflamingo quando criança. Sengoku advertiu Rosinante que desde que a doença Chumbo Âmbar é incurável , ele deve se concentrar mais em sua atual missão de parar Doflamingo. Rosinante afirma isto, dizendo que ele não iria deixar Dressrosa cair nas mãos de DoFlamingo. No presente, Sengoku diz a Law que Rosinante era como um filho para ele e que ele ressuscitou para se tornar uma boa pessoa. Enquanto Rosinante era um crente firme da justiça, ele mentiu para Sengoku sobre o fato de que ele estava indo capturar a Ope Ope no Mi. Quando ele recebeu um relatório sobre a morte de Rosinante, ele caiu em lágrimas pela perda de seu filho. Ele sabia que a razão pela qual ele mentiu tinha que ser algo importante.

Sengoku diz a Law que quatro coisas foram perdidas naquele dia: os piratas tambores, a vida de Rocinante, a Ope Ope no Mi, e o menino coma doença do Chumbo âmbar . Law revela que ele era o garoto e afirma a sua determinação para Rosinante, alegando que ele lhe deu vida e coração. Law diz a Sengoku que ele é um D. e pergunta se ele sabe alguma coisa sobre isso. Depois de um breve segundo de silêncio Sengoku afirma que Rosinante não o ajudou porque Law era um "D", mas porque ele realmente o amava. Ele finalmente afirma que a Law que ele deve se lembrar de Rosinante e que ele deveria continuar a viver, algo que Rosinante teria dito também.

Eles são subitamente interrompidos por destroços que começam a flutuar no céu. Os cidadãos e os piratas olham para o céu para ver todos os escombros flutuando  no ar e percebem que Fujitora está fazendo isso para parar os piratas. O entulho se move em direção ao porto  Leste, enquanto Tsuru diz a Bastille para evacuar os seus homens.Riku Dold III, Viola, Tank  Lepanto, Rebecca, Kyros, e os Tontatta entram em pânico , como Law toma rapidamente o seu caminho em direção ao porto oriental, dizendo a seus aliados para ficar pronto para zarparem. Todos os piratas fogem quando Usopp e Bartolomeo veem Luffy chegar, dizendo-lhe para esquivar de  Fujitora. No entanto, Luffy continua correndo em direção Fujitora e o ataca com o Elephant Gun. Luffy afirma que ele não vai fugir mais uma vez ,Que ele o enfrentaria agora pois algum dia ele teria de enfrentar um Yonkou ou Almirante, pois é o que o Rei dos Piratas faria.

Notas do Capítulo Editar

  • Os anões ajudam os chapéus de palha, impedindo os Fuzileiros.
    • Eles roubam as armas e Leo também impediu os navios Marinheiros em conjunto.
    • Mansherry pode enfraquecer soldados da Marinha por drenar muito de sua energia.
    • Eles também são responsáveis ​​por desarmar os fuzileiros e fazê-los entrar em colapso no capítulo anterior.
  • Law fala para Sengoku sobre Donquixote Rosinante.
    • Ele revela a Sengoku que ele é um D.
    • A reação de Sengoku à morte de Rosinante é mostrado em um flashback.
      • Sengoku tratou Rosinante como se ele fosse seu próprio filho, e foi mostrado chorando pela primeira vez sobre a perda de seu "Filho".
  • Preparando-se para a batalha, Fujitora levanta todos os escombros à esquerda da luta contra os piratas Donquixote.
  • Luffy ataca Fujitora.
    • Luffy cresceu cansado de fugir de almirantes, então ele vai lutar com qualquer um, independentemente de seu poder ou status mais elevado, até mesmo o Yonkou, a fim de se tornar o Rei dos Piratas.
O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.