FANDOM



Capítulo 835 é intitulado "A Nação Das Almas".

Capa Editar

Capa - Os Chapéus de Palha apreciam as sobremesas com pinguins e um urso polar.

Curto Resumo Editar

Nami reencontra com Luffy depois que ele erroneamente captura ela pensando que a mesma era uma duplicata. Ela informa que Carrot foi capturada por Brûlée, e Chopper se separaram enquanto lutavam contra os capangas de árvores da bruxa. Nami acreditava que o homem enterrado com a cabeça gigante testemunhou toda a cena e sabe alguma coisa. O homem revelou que todos os objetos inanimados no reino foram trazidos à vida com a capacidade de Big Mom de recolhe pedaços de almas das pessoas como imposto para trazer mais objetos para a vida. As inúmeras duplicatas que Luffy capturou eram de obra de Brûlée. O homem também revelou que ele era um dos maridos de Yonkou, e que foi descartado depois de lhe proporcionar duas filhas. De repente, Charlotte Cracker aparece e puxa o homem para fora do solo, com raiva que ele está revelando informações vitais para os inimigos. O homem alegou que ele quer ver suas filhas, chiffon e Lola, uma última vez. Nami fica chocada já que conhece esta ultima.

Longo Resumo Editar

A história começa em Ilha Whole Cake, onde a narração explica que a cada seis meses, os cidadãos do local são vítima de uma pergunta: "Saida ou vida?". Aqueles que escolhem a vida tem um pequeno objeto redondo removidos de seus corpos.

De volta á Floresta Da Sedução, Luffy é confundido por todas as Namis, os Choppers e as Carrots. Além do, Sanji e da Pudding que ele coletou. O mesmo não consegue entender por que eles estão se multiplicando e fazendo sons de animais. Um deles começa a emitir ameaças a Luffy, e acaba por ser a verdadeira Nami. Depois de alguns golpes na cabeça, Luffy pede desculpas enquanto Nami furiosamente diz á ele que ela estava o procurando quando ele havia emboscado a mesma. Nami se maravilha com a semelhança de sua falsa versão, e Luffy pergunta se eles não se multiplicaram apenas por diversão. Nami com raiva diz-lhe que é impossível. Nami transforma sua raiva sobre o gigante preso, que tinha visto tudo, mas não fez nada devido a ser imobilizado. Luffy pergunta se algo aconteceu e ela explica que seu capitão atacou-os, para sua surpresa.

Nami explica que foi alguém personificando de Luffy que tinha marcado junto com eles enquanto os mesmos tentavam deixar a floresta. A mulher, então, revelou-se ser Charlotte Brûlée. Nami perguntou onde o real Luffy está, e enquanto Brûlée está respondendo, Nami foi capaz de puxar para fora sua Clima-Tact e escapou de Brûlée por batê-la no estômago com a sua característica de expansão. Brûlée tenta atacar novamente, mas Carrot tenta lutar contra ela. Usando um espelho, Brûlée rebate seu ataque Eleclaw de volta para ela. Brûlée explica que comeu a Mira Mira no Mi, uma fruta que lhe dá a capacidade de refletir de volta tudo o que ela quer. Carrot tenta atacar novamente, mas desta vez é puxada para dentro do espelho, por meio de um movimento de Brûlée chamado de Mirror World. Carrot é agora uma prisioneira dentro do espelho do Brûlée. Nami exige Carrot de volta, mas Brûlée diz a ela para não se preocupar, já que ela não planeja matá-los, e pergunta se eles percebem a situação em que estão. Brûlée informa que Big Mom está bem ciente da sua presença em seu território. Na verdade, a única razão pela qual Brûlée, Randolph, e as partes da paisagem estão lá falando é porque Big Mom ordenou-lhes isso. Eles foram obrigados a deixá-los passear sem rumo por um pouco, mas eles absolutamente não pode se encontrar com Sanji, e para torná-los cientes do que acontece quando eles desafiam Big Mom. Ela, então, comanda o deserto falando, chamando-os de "Homies", para se certificar de que não perder de vista Nami e Chopper.

A raiz da árvore agarra a perna de Chopper. Este ultimo diz á Nami para encontrar Luffy enquanto ele os segura. Nami percebe que eles subestimaram significativamente o poder de um Yonkou. Ela promete voltar com ajuda. Brûlée maravilha-se com habilidades de Chopper, dizendo que sua mãe gostaria de adicioná-lo à sua coleção. Nami conclui sua recontagem, dizendo que ela estava correndo como um louco através das árvores desde então. Luffy chama-lhe absolutamente louco e pergunta onde Chopper e Carrot estão. Nami lhes diz que tudo aconteceu exatamente onde eles estavam de pé, mas não há qualquer vestígio deles agora. Ela, então, volta sua atenção para o gigante enterrado. Ela quer saber por que nem Brûlée ou seus capangas tanto como o tocou, assumindo que ele deve ser um cúmplice. O gigante diz que ele não exatamente dizer que eles eram inimigos e promete dizer a eles mais se eles trazê-lo um pouco de suco de um rio próximo. Luffy diz a ele que, se ele pode dizer qualquer coisa útil, ele terá prazer em trazê-lo de todo o suco que ele quer.

O gigante observa que Luffy parece muito forte, mas não tanto para Nami. Nami com raiva lhe assegura que ela é muito poderosa. Ele explica que ele pensou que Chopper era muito forte também, mas as árvores ainda pulou em cima dele nenhum problema, dizendo que eles não parar até que tenha completado a sua missão. Luffy pergunta como eles são capazes de mover-se em primeiro lugar. O gigante explica que a cada seis meses, cada cidadão é obrigado a dar valor da sua vida útil de um mês, sob a forma de sua alma, para o país em troca de proteção. Luffy pergunta como isso é mesmo possível. Ele explica que Big Mom é uma usuária de Akuma no Mi, e que comeu a Soru Soru no Mi, dando-lhe a capacidade de controlar as almas. Os pedaços de alma, então, se espalhou por todas as ilhas. As almas então habitam objetos próximos, dando-lhes consciência. Os objetos recém-animados são chamados de "manos". A coleta é realizada por pedaços de alma de Big Mom, as "encarnações".

Nami se lembra de estar em Whole Cake e vendo coisas que não deveriam ter vistas vivas. O gigante também afirma que as almas podem ingressar em animais. O gigante explica que todas as falsificações do Luffy, são animais recolhidos transformados pela capacidade de Brûlée. Luffy então com raiva pergunta por que ele não disse nada e o gigante explica que ele não queria se envolver. Ele então explica que há muito tempo, ele era o marido de Big Mom. Depois de dar suas duas filhas, ela descartou ele. A figura vem por trás e agarra o gigante por seu rabo de cavalo e puxa-o para fora da terra. Acontece que o gigante é realmente apenas um homem grande com uma cabeça ainda maior. Aquele que retirar sua cabeça era Charlotte Cracker, o 10º filho na família, Ministro dos biscoitos, e um dos três comandantes doces. O homem pede a Cracker para lhe permitir ver Chiffon novamente para que ele possa felicitar pelo seu casamento. Ele também menciona que Lola fugiu, e Nami é surpreendido ao ouvir esse nome.

Referências Rápidas Editar

Notas do Capítulo Editar

  • A Akuma no Mi de Charlotte Brûlée é a Mira Mira no Mi.
  • Nami escapou de Brûlée e reagrupou com Luffy, mas Carrot é capturada e Chopper é separado da Nami.
  • A Akuma no Mi de Big Mom é a Soru Soru no Mi, que lhe dá o poder de dar vida á muitas coisas.
    • Os objetos antropomórficos que vivem são conhecidos como Homies.
  • O homem com a cabeça gigantesca que reside na Floresta da Sedução é revelado sendo um dos maridos de Big Mom.
    • Ele foi descartado depois de ter duas filhas.
    • O homem enterrado afirma que Chiffon e Lola são sua família e confirma que Lola é um das filhas de Big Mom.
  • É revelado que a cada seis meses, os cidadãos da Whole Cake deve pagar uma portagem: valor de sua alma de um mês.
  • As falsificações de Luffy que foram mostradas no capítulo anterior são animais convertidos pela capacidade de Brûlée.
  • O Décimo filho de Big Mom, Charlotte Cracker, é introduzido.

Personagens Editar

Piratas Cidadãos
Piratas do Chapéu de Palha

Piratas da Big Mom
Zou

Ilha Whole Cake
O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.