FANDOM


A Febre das Árvores foi uma doença letal que afetou algumas ilhas da Grand Line, 400 anos atrás.

Sintomas e CuraEditar

O único sintoma aconhecido é o aparecimento de algumas manchas escuras (que se assemelham a brotoejas no anime) na pele. Pode ser transmitida a partir de animais para plantas e vice-versa.

A única cura conhecida até agora é a Quonine, uma substância extraída da Árvore Kona.

HistóriaEditar

Quatrocentos anos atrás, esta doença afetou Jaya e a maioria dos Shandians, que acreditavam ser uma maldição dos deuses. Para pará-la, o sacerdote Pantri ordenou que Mousse fosse oferecida como sacrfício para o deus serpente Kashigami.

Como o sacrifício estava prestes a acontecer, o botânico Mont Blanc Noland desembarcou na ilha e encontrou um indígena afetado - nomeado como Seto - e curou-o. Após a cura dele, Noland matou Kashigami para interromper o sacrifício. Depois de alguns mal-entendidos iniciais, o botânico foi capaz de utilizar a Quonine para curar toda a tribo.

Para parar a propagação da doença, Noland e sua tripulação derrubaram a floresta infectada, também conhecida como a floresta sagrada de Shandia que causou um mal-entendido entre os Shandians e Noland e sua tripulação.

CuriosidadesEditar

  • O sintoma da Febre das Árvores assemelha-se com os efeitos de esporos tóxicos do Daft Green. Ambos causam a aparição de manchas verdes na pele.
  • A doença letal de Yorki, seus sintomas (parte da pele escura) e a maneira como ele contraiu-a (em uma selva), se assemelham muito a Febre das Árvores. No entanto não foi confirmado se há ligação entre as duas doenças.
O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.