One Piece Wiki
Advertisement
One Piece Wiki
4 651
páginas

O País de Wano é um país poderoso e isolacionista no Novo Mundo que não é afiliado com o Governo Mundial. Ele está atualmente ocupado pelos Piratas das Feras, que são aliados do shogun, Kurozumi Orochi.[3]

Mencionado pela primeira vez por Hogback durante o Arco Thriller Bark,[4] o País de Wano é o cenário principal do Arco País de Wano.

Cultura

Administração

O país segue estritamente uma política de isolacionismo, o que significa que o contato com pessoas de fora, como piratas e outros países, é proibido. Deixar as fronteiras do país também é considerado crime.[3] O ritual de seppuku é uma forma conhecida de punição aplicada a criminosos no país.[2] No entanto, essa regra de administração rigorosa resultou em informações escassas. Isso foi mostrado como Tama e Tenguyama não foram informados sobre a morte de Ace, apesar das notícias serem públicas antes do timeskip.

A administração de Wano esta em caso por causa do Shogun Kurozumi Orochi e seus funcionários que são maldosos e administram com perversidade os moradores. Essa ação é reforçada por conta da fidelidade deles a Kaido, que deu apoio a eles com a força militar de seus piratas, fazendo ser improvável que os cidadãos desafiem o Shogun. A maior parcela de Wano se reduziu a apenas um deserto por conta de Orochi, com deixou apenas sua cidade, a Capital das Flores, próspera. Falar mal de Orochi em voz alta, mesmo em discussões casuais, é considerado rebeldia e um crime capital.[5]

Algumas autoridades oficiais também cometem crimes capitais por suas próprias razões e encontram um bode expiatório para encobrir seus rastros, enquanto um magistrado em particular que cometeu matanças pelas ruas tentou culpar Zorojuro, sem sequer dar-lhe um julgamento para falar por si próprio.[2]

Forças Armadas

O País de Wano tem seus próprios guerreiros, os samurai ( samurai?), que são espadachins tão poderosos que nem mesmo os marinheiros chegam perto deles.[6] Qualquer um da classe samurai é aparentemente de alto status social.[7] Desde que Orochi assumiu, os samurais se tornaram os únicos legalmente autorizados a carregar espadas de katana.[8] A espada de Ryuma, a Shusui, é considerada um tesouro nacional do País de Wano.

Atualmente, sob o domínio dos Piratas das Feras, algumas regiões do País de Wano são governadas por membros de alto escalão e associados da tripulação.[9] Como resultado, os subordinados dessas pessoas têm jurisdição sobre parte da região e têm autoridade para julgar os residentes.[5]

Costumes e Moda

Espera-se que as mulheres de Wano sejam modestas e falem graciosamente e de maneira discreta, embora possam se tornar samurais ou ninjas. As mulheres são referidas com o prefixo honorífico "O-" (?). A hierarquia social determina que os cidadãos de classe alta podem dominar a classe baixa, desde ordená-los até matá-los sem repercussões legais.[7]

O chonmage é um penteado comum para os homens.[10] Ter o chonmage cortado é um sinal de vergonha,[11] e como uma forma de arrependimento por atos vergonhosos.[12]

Outros Costumes

Como parte do processo de sepultamento, um pilar de pedra monumental com o nome do falecido gravado nele é colocado para significar o local de descanso do falecido. Algumas famílias têm um cemitério pessoal, onde os membros da família são enterrados.[13] Itens-chave do falecido podem ser enterrados com eles,[14] e o túmulo pode ser alvo de roubo desses objetos, entre outros.[15]

De acordo com Kin'emon, há um "Festival do Fogo" que é realizado no País de Wano.[16] É um evento anual dedicado aos Piratas das Feras para salvar a nação do suposto mal da Família Kozuki, durante o qual o shogun Kurozumi Orochi e sua comitiva viajam para a residência de Kaido em Onigashima para oferecer seus respeitos. No entanto, na realidade, é uma festa realizada pelos Piratas das Feras e seus aliados.[17]

Wano costumava ter dojos para o ensino de esgrima e artes marciais, como kendo, judô e karatê. Como forma de impedir que a população rebelde se fortaleça, Orochi proibiu essas instituições de operarem desde que se tornou o shogun de Wano.[8]

Geografia

O País de Wano é dividido em um número desconhecido de áreas que são governados por daimyos. Um deles, Kuri (九里 Kuri?), era governado por Kozuki Oden.[18]


Os eventos a seguir não são canônicos e portanto não são considerados parte canônica da história.


Durante os eventos não-canônicos de One Piece x Kyoto, uma área chamada Yo (?), que era governado pela Família Hitaki, passou a ser governado por Toratsugu e pela Princesa Kikuhime.


Conclusão da seção não-canônica.


Habitantes

[v · e · ?]
País de Wano
Kozuki Sukiyaki  Kozuki Oden  Kozuki Toki  Kozuki Momonosuke Kozuki Hiyori
Kurozumi Orochi Kanjuro Kurozumi Semimaru  Kurozumi Higurashi 
Kin'emon Denjiro Raizo Kikunojo Ashura Doji
Shinobu Kawamatsu Jibuemon Inuarashi Nekomamushi
Izo
Família Shimotsuki
Shimotsuki Ryuma  Shimotsuki Kozaburou  Shimotsuki Yasuie  Shimotsuki Ushimaru  Toko
Onimaru
Fukurokuju Daikoku Fujin Raijin Hanzo
Chome Yazaemon Jigoku Benten Kazekage Sarutobi
Bishamon
Yakuza
Kuni Kaku Suke Hyogoro Omasa
Tsunagoro Cho Yatappe
Cidadãos da Capital das Flores
Mimawarigumi Minatomo Urashima Kumagoro Kobe
Kisegawa Tokijiro Rakuda Tsugaru Umi Toyama Tsujigiro *
Cidadãos da Cidade Ebisu
Bingo Bongo Bungo Han Saki
Cidadãos de Kuri
Tama Tenguyama Hitetsu Komachiyo Hihimaru Bunbuku
Tsuru Gorobe
Outros Cidadãos
Kotetsu 
Kaido King Queen Jack X Drake
Page One Ulti Who's Who Black Maria Sasaki
Holdem Kamijiro Speed Dobon Daifugo
Babanuki Solitaire Basil Hawkins Batman Gazelleman
Mouseman Alpacaman Madilloman Sarahebi
Cidadãos de Yo
Daimyo Hitaki   Kikuhime  Toratsugu 

  •  : o personagem está morto.
  •  *: o estado do personagem é desconhecido. Pairando o símbolo pode dar mais detalhes.
  •  : o personagem é não-canônico.
  •  : o personagem não faz mais parte deste grupo. Pairando o símbolo pode dar mais detalhes.


História

A Família Kozuki foi a que criou as Poneglyph.

Após sua morte, o samurai lendário Ryuma foi enterrado no País de Wano. Seu legado fez dele um herói nacional.

Kin'emon nasceu em Kuri, e serviu como retentor da Família Kozuki. Algum tempo depois que Kin'emon nasceu, alguém roubou o túmulo de Ryuma e fugiu com o cadáver dele, bem como a sua espada, Shusui. Este incidente foi considerado um desastre para o país. Quando Kin'emon viu que Zoro tinha Shusui, pensou que Zoro era o culpado.

Em um ponto no tempo, Portgas D. Ace foi para o País de Wano e aprendeu a fazer uma kasa, mais tarde, ele fez uma para o Little Oars Jr. Recentemente, os Piratas da Besta estão ocupando Wano. Um dos daimyo do país, Kozuki Oden, foi executado por Kaido e o shogun atual. Isso fez com que o filho de Oden, Kozuki Momonosuke, e três de seus retentores, Kin'emon, Kanjuro e Raizo fugissem do país para Zou, onde eles poderiam encontrar-se com outros dois retentores da Tribo Mink, Inuarashi e Nekomamushi. Por razões de segurança, Momonosuke foi instruído por Kin'emon para fingir ser seu próprio filho.

Arco País de Wano

Depois de se separarem da equipe de resgate de Sanji, os chapéus de palha restantes foram com Kin'emon e seus aliados se infiltraram em Wano. Para garantir que eles não seriam detectados pelas forças do shogun atual, Kin'emon sugeriu que todos fossem disfarçados e assumissem identidades civis até que ele e seus companheiros pudessem montar um exército para combater o shogun e suas forças. Depois de voltar Sanji, Luffy e companhia foram capazes de se infiltrarem em Wano apesar das condições climáticas obscenas (embora sendo acompanhado por um estranho polvo), mas Luffy se separou de todos os outros.

Curiosidades

  • O nome é um trocadilho, como ''Wa no Kuni''. (和 の 国, Significa literalmente" País de Harmonia ")" é usado como um nome para o Japão.
  • O fato de que os espadachins neste país são chamados de ''samurai''. e sua política de ''portas fechadas'' também são uma referência para o Japão em sua era feudal.
  • A localização Kuri significa ''Nine Li'', Li sendo uma unidade de medida originários da China, porém adotado na Coréia e no Japão, sendo cerca de 500, 393 e 3927 metros, respectivamente. Desde que o país de Wano é baseado no Japão, Kuri pode ser traduzido como ''35.345 metros'' ou ''21,96 milhas''.
  • Até agora, quando um personagem nativo do País de Wano é ntroduzida no manga, a sua informação é visto em um rolo japonês em vez da caixa de informações regular. a introdução falsa de Momonosuke foi uma exceção , mas quando a sua verdadeira identidade foi revelada, ela também estava em um pergaminho. Também é digno de nota é que Ryuma foi introduzido de uma maneira diferente, pois ele é anterior a One Piece e originalmente apareceu pela primeira vez na Oneshot Monster, reaparecendo em One Piece, que não era realmente ele, mas o seu zumbi (mas também deve ser observado que Monster foi escrito e desenhado muito antes do conceito de samurai e do País de Wano ser desenvolvido, então isso também pode ser uma exceção).

Referências

  1. One Piece Mangá e Anime — Vol. 47 Capítulo 450 e Episódio 344, Hogback explica as origens de Ryuma para Nami, Usopp e Chopper.
  2. 2,0 2,1 2,2 One Piece Mangá — Vol. 90 Capítulo 909 (p. 8-9), Wano faz sua estreia.
  3. 3,0 3,1 One Piece Mangá e Anime — Vol. 82 Capítulo 819 (p. 5) e Episódio 771, Kin'emon explica a situação no País de Wano.
  4. One Piece Mangá e Anime — Vol. 47 Capítulo 450 (p. 4-5) e Episódio 344, Ryuma e País de Wano, contados por Hogback.
  5. 5,0 5,1 One Piece Mangá — Vol. 91 Capítulo 914 (p. 10-11), Batman tenta matar Tsuru por falar mal de Orochi.
  6. One Piece Mangá e Anime — Vol. 66 Capítulo 655 (p. 6) e Episódio 579, Brook explica sobre os samurai no País de Wano.
  7. 7,0 7,1 One Piece Mangá — Vol. 91 Capítulo 915 (p. 3), Mouseman fala da hierarquia social de Wano.
  8. 8,0 8,1 One Piece Mangá — Vol. 92 Capítulo 926 (p. 5), Os cidadãos falam sobre o que Orochi proibiu de Wano.
  9. One Piece Mangá — Vol. 91 Capítulo 917 (p. 8), Kiku fala sobre as posições de Jack e Holdem em Kuri.
  10. One Piece Mangá e Anime — Vol. 67 Capítulo 657 (p. 15) e Episódio 582, Sanji explica como ele reconheceu o samurai por seu topete penteado.
  11. One Piece Mangá — Vol. 91 Capítulo 915 (p. 16-17), A multidão ficou horrorizada quando Kiku cortou o chonmage de Urashima.
  12. One Piece Mangá e Anime — Vol. 70 Capítulo 699 (p. 13) e Episódio 625, Kin'emon ordenou que Momonosuke cortasse sua própria chonmage por sua natureza pervertida.
  13. One Piece Mangá — Vol. 91 Capítulo 918 (p. 17), O cemitério da Família Kozuki é mostrado.
  14. One Piece Mangá e Anime — Vol. 70 Capítulo 699 (p. 12) e Episódio 625, Kin'emon fala sobre o roubo do túmulo de Ryuma.
  15. One Piece Mangá — Vol. 90 Capítulo 909 (p. 14), O magistrado fala sobre o roubo do túmulo de Ryuma.
  16. One Piece Mangá — Vol. 91 Capítulo 920 (p. 17), Kin'emon menciona o Festival do Fogo.
  17. One Piece Mangá — Vol. 91 Capítulo 921 (p. 3-4), Kiku explica o Festival do Fogo.
  18. One Piece Mangá — Vol. 82 Capítulo 817.

Navegação do Site

Advertisement