FANDOM


O Século Perdido é uma lacuna de um século de história registrada e arqueológica, cujo estudo é proibido pelo Governo Mundial.

Esses eventos ocorreram de 900 a 800 anos antes do atual enredo. Foi sugerido durante o arco Skypiea; e as datas foram vistas no flashback de Robin.

Sobre

Este período tornou-se conhecido como o Século Perdido porque não há mais nada que reconheça qualquer coisa que tenha ocorrido nele, além dos poneglyphs escritos numa linguagem que poucos sabem ler.[1]

No entanto, isso causa um problema com as histórias conhecidas do mundo, já que não é possível fazer uma ligação devido a esse período perdido. Embora muitos pareçam saber que há uma lacuna no registro histórico, praticamente todos não sabem que preencher essa lacuna é possível. Por exemplo, Nefertari Cobra, após ser informado por Nico Robin sobre este período em falta, ficou completamente chocado que uma maneira de "amarrar os fios da história juntos" existisse.[2] O fato de preencher a lacuna ser possível foi comprovado quando "Rei das Trevas" Silvers Rayleigh revelou que os Piratas do Roger descobriram a verdadeira história.[3]

A Grande Guerra

O evento mais importante durante o Século Perdido foi a chamada "Grande Guerra". Ela terminou em torno de 722 com a queda de Shandora.[4]

Lua

Artigo principal: Lua
Shandora Infobox

Shandora séculos depois da guerra.

Na história de capa de Enel, há uma cidade antiga na lua com vários Autômatas idênticos. Há uma pintura na parede que mostra um Skypiean com um Autômata seguindo-o à esquerda, enquanto um Shandorian e um Birkan trabalham à direita.[5] Depois que os recursos na lua acabaram, as três raças partiram para a "Estrela Azul".[6] Uma das três raças, os Shandorians, acabaram na ilha de Jaya, onde construíram a cidade de Shandora mil anos atrás. A grande cidade de Shandora entrou em colapso durante esta guerra, os Shandorianos defenderam a cidade contra "aqueles que procuram a pedra". A cidade entrou em colapso, mas os Shandia, que são os descendentes dos shandorianos, continuaram a defender a cidade por mais de oitocentos anos depois.

Todas as três raças são conhecidas por terem asas nas costas (embora cada uma tenha uma forma ligeiramente diferente) e podem ter sido uma vez a mesma raça.

A conexão entre a ilha celeste de Skypiea e o Século Perdido é o Poneglyph deixado lá para proteger Shandia e os Shandorianos.

Grande Reino

Artigo principal: Grande Reino
O Grande Reino era um grande e poderoso reino que foi destruído pelos Vinte Reinos, que mais tarde evoluiriam para o Governo Mundial. O reino era tão poderoso que sua existência representava uma grande ameaça para o mundo, e é a razão pela qual o estudo dos poneglyphs é proibido.

Joy Boy

Artigo principal: Joy Boy
Joy Boy chegou à Ilha dos Homens-Peixe e construiu Noah. Ele tentou levantar o Noah com a ajuda de Poseidon, mas ele não cumpriu sua promessa. Ele escreveu seu pedido de desculpas sobre o poneglyph na Floresta do Mar.[7]

Reino Tontatta

Artigo principal: Reino Tontatta
Antes do Século Perdido, os Anões do Reino Tontatta sofreram opressões sob os governantes implacáveis ​​da ilha de Dressrosa, a Família Donquixote.[8] No entanto, os Anões haviam esquecido o que aconteceu durante o Século Perdido.

O Legado da Guerra

Nascimento do Governo Mundial

Há 800 anos, no final do século Perdido, o Governo Mundial nasceu e assumiu o controle político de todo o mundo, unindo todos os países e formando o Conselho dos Reis. Para o Governo Mundial, os eventos ocorridos durante o Século Perdido não devem ser conhecidos, já que informações ligadas a ele são consideradas perigosas demais.

Quando a pesquisa dos Poneglyphs foi proibida, centenas de estudiosos em todo o mundo foram mortos. Desde então, uma proibição muito rigorosa de qualquer pesquisa relacionada ao Século Perdido foi implementada.[9]

No final do século Perdido, os 20 reinos se uniram para derrotar o Reino Antigo e então fundaram o que hoje é conhecido como o Governo Mundial. Os membros fundadores prometeram a igualdade entre seus reinos na frente do Trono Vazio, com cada reino deixando uma arma própria ao lado do trono para simbolizar sua proteção.

O processo exato de como foi fundado e como eles cobriram a lacuna de 100 anos permanece desconhecido.

Poneglyphs

Artigo principal: Poneglyph
Poneglyphs são misteriosos blocos de pedra com a história inscrita neles, e esses blocos estão espalhados por toda Grand Line. O governo proíbe que qualquer pessoa pesquise ou estude esses blocos. Dizem que eles são inquebráveis, como afirmado ​​pelo professor Clover.

Armas Antigas

Artigo principal: Armas Antigas
As Armas Antigas são três armas de destruição em massa que são poderosas o suficiente para trazer a ruína ao mundo inteiro. Elas são conhecidas como Pluton[10], um antigo navio de guerra capaz de causar destruição em massa, Poseidon, uma Sereia com a habilidade de se comunicar e controlar Reis dos Mares, e Uranus, cujas propriedades permanecem desconhecidas. As Armas Antigas são o argumento usado pelo Governo Mundial para proibir a pesquisa dos anos perdidos.

Curiosidades

  • Gol D. Roger e sua tripulação parecem ter seguido os poneglyphs até o fim e descoberto exatamente o que é a história perdida. Quando perguntado por Nico Robin sobre o Século Perdido e a Vontade de D., Silvers Rayleigh respondeu a ela que ele lhe contaria a história se ela quisesse saber. Ao mesmo tempo, ele parecia relutante em falar sobre isso. Ele avisou-a que se ela descobrisse agora sobre a história, em sua condição atual, ela não seria capaz de fazer uma coisa sobre isso. Em sua declaração final, ele explicou que acreditava que sua tripulação e os estudiosos de Ohara tinham sido precipitados demais. Ao mesmo tempo, ele incentivou-a a procurar por si mesma, alegando que ela poderia chegar a uma conclusão diferente da que a sua tripulação tinha.[3]
  • Barba Branca também sabia da verdade por trás do Século Perdido e da Vontade de D., como Roger lhe disse antes de morrer. Ele disse a Barba Negra que ele não é aquele pelo qual Roger estava esperando, e que assim como a vontade de Roger foi herdada por outros, a de Ace também será. Mesmo que sua linhagem esteja morta, suas chamas nunca morrerão e haverá um homem que encontrará a verdade e carregará o fardo dos séculos sobre suas costas para desafiar o mundo. Ele afirma ainda que as pessoas no Governo Mundial estão vivendo com medo do dia em que isso for acontecer e uma grande batalha for travada.[11] Não se sabe se Barba Branca compartilhou esta informação com qualquer de seus tripulantes.

Referências

  1. One Piece Mangá e Anime — Vol. 22 Capítulo 202 e Episódio 123, Poneglyphs são introduzidos.
  2. One Piece Mangá e Anime — Vol. 24 Capítulo 218 (p. 5) e Episódio 130, Robin revela sua pesquisa sobre Poneglyphs para Cobra.
  3. 3,0 3,1 One Piece Mangá e Anime — Vol. 52 Capítulo 507 (p. 4-7) e Episódio 400, Rayleigh explica seu conhecimento da história para Robin.
  4. One Piece Mangá e Anime — Vol. 29 Capítulo 272 e Episódio 174, Robin explica a queda de Shandora.
  5. One Piece Mangá — Vol. 48 Capítulo 470, história de capa: A Grande Operação Espacial de Enel Vol. 35, a primeira das pinturas
  6. One Piece Mangá — Vol. 49 Capítulo 472, história de capa: A Grande Operação Espacial de Enel Vol. 36, a segunda das pinturas
  7. One Piece Mangá e Anime — Vol. 66 Capítulo 649 e Episódio 569, Robin discute a promessa de Joy Boy com Neptune.
  8. One Piece Mangá e Anime — Vol. 72 Capítulo 718 (p. 7) e Episódio 648, Gancho revela a história de 900 anos dos Tontattas.
  9. One Piece Mangá e Anime — Vol. 41 Capítulo 392 e Episódio 275, Professor Clover afirma a triste realidade de ser um estudioso.
  10. One Piece Mangá e Anime — Vol. 21 Capítulo 192 e Episódio 117, Crocodile menciona Pluton pela primeira vez.
  11. One Piece Mangá e Anime — Vol. 59 Capítulo 576 (p. 12-13) e Episódio 485, Roger e Barba Branca falam sobre a vontade de D.

Navegação do Site

[v · e · ?]
História
Eventos Importantes: Batalha de Edd War  •  Incidente de Ohara  •  Conquista das Quatro Nações  •  Batalha de Marineford
Literatura: Jornal  •  Brag Men  •  Noland, o Mentiroso  •  Rainbow Mist, Volume I ao VIII   •  Enciclopédia das Akuma no Mi  •  Sora, o Guerreiro do Mar
Figuras Significativas
Arqueologistas: Demônios de Ohara (Nico Robin  •  Professor Clover  •  Nico Olvia  •  Rint  •  Zadie  •  Roche  •  Busshiri  •  Hack  •  Gram  •  Hocha)
Exploradores e Pioneiros: Montblanc Noland  •  Fisher Tiger  •  Louis Arnote  •  Jew Wall
Piratas: Gol D. Roger  •  Kaido  •  Silvers Rayleigh  •  Fisher Tiger  •  Shiki  •  Capitão John  •  Edward Newgate  •  Vander Decken  •  Chinjao  •  Piratas Nox
Marinheiros: Sengoku  •  Monkey D. Garp  •  Vegapunk  •  Kong
Líderes/Realeza: Monkey D. Dragon  •  Calgara  •  Tom  •  Oars  •  Shirahoshi  •  Otohime  •  Vinsmoke Judge  •  Kozuki Oden
Misc.: Rob Lucci  •  Ryuma  •  Jigoro  •  Joy Boy  •  Mousse  •  Herb  •  Seto  •  Pantri  •  Kashigami  •  Rocks
Século Perdido
Armas Ancestrais: Pluton  •  Poseidon  •  Uranus
Artefatos: Poneglyph  •  Sino Dourado de Shandora  •  Noah  •  Trono Vazio
A Grande Guerra: Governo Mundial  •  Grande Reino  •  Shandia  •  Família Kozuki
Artigos Relacionados
Lista de Arcos: Arco Alabasta  •  Arco Jaya  •  Arco Skypiea  •  Arco Water 7  •  Arco Enies Lobby  •  Arco Arquipélago de Sabaody  •  Arco Marineford  •  Arco Ilha dos Homens-Peixe  •  Arco Dressrosa  •  Arco Zou
Locais: Loguetown  •  Túmulo dos Reis  •  Water 7  •  Árvore do Conhecimento  •  Ohara  •  Shandora  •  Mary Geoise  •  Raftel  •  Floresta do Mar  •  Distrito Homem-Peixe  •  País de Wano
Outros: Vontade de D.  •  Nova Era  •  Linha do Tempo

Predefinição:Eventos Navibox

O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.